quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Vem Chegando A Primavera

 Flora Figueiredo
http://www.revista.agulha.nom.br/florafigueiredo.html

98683323
Destampo o silêncio, recolho o recato,escondo meus medos embaixo da sola do
sapato.
Guardo o calmante no armarinho, dobro o resguardo,afrouxo o botão do colarinho.
Ponho pra quarar meu  coração, desidr
atado de tanto chorar.
Varro a calçada das dores de antigas madrugadas, abro a porta da frente.
Se alguém tiver um sorriso pra me dar, por favor, que venha.
Limpe os pés e se apresente.

(enviado por Lina ..)
______

Com esse texto de Flora Figueiredo, enviado pela amiga Lina, encerramos as postagens desse ano. A propósito do texto, desejo a você um Ano realmente Novo , sem medos, com muitos sorrisos e perenes primaveras.
Beijos ,Antonio

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

UMA QUESTÃO DE SENSIBILIDADE

cronologia-charles-chaplin

Marcial Salaverry
http://www.prosaepoesia.com.br/index.asp

Penso que todos nós temos um lugar especial em nosso "álbum de recordações" para alguém que marcou nossa infância, que por algum motivo especial se transformou em um de nossos "ídolos" . Um desses ídolos de minha infância (que ficou bem longe...) foi alguém pouco conhecido. Não sei se alguém já ouviu falar em Sir Charles Chaplin... Carlitos, alguém conhece?

Descobri uma citação desse rapaz, muito bonita por sinal, vejam:  "As melhores e as mais lindas coisas do mundo não se podem ver nem tocar, elas devem ser sentidas com o Coração. "

De fato... ninguém jamais conseguiu tocar em Deus ... mas sem nenhuma sombra de dúvida, Ele figura entre as melhores amizades que poderemos ter. Nós vemos e sentimos sua presença em nosso interior... com nosso coração e nossos sentimentos, mas nunca conseguimos, nem conseguiremos tocá-lo com nossas mãos. CONTINUE LENDO UMA QUESTÃO DE SENSIBLIDADE

( Enviado por Lina )

Amigos : 
Espero que o Natal de todos vocês também tenha sido especial, com muita paz, saúde e amigos. E que o espírito de Natal perdure por todo o Ano que virá.  Obrigado pela força. 
Antonio 

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

“As pessoas e a música”

Autor Desconhecido.

musicatres

Você já experimentou comparar pessoas com músicas?

Elas entram na vida da gente e deixam sinais.
Como a sonoridade do vento ao final da tarde, como os ataques de guitarras e metais presentes em cada clarão da manhã.
Olhe a pessoa que está ao seu lado e você vai descobrir, olhando fundo, que há uma melodia brilhando no disco do olhar.
Procure escutar!
Pessoas foram compostas para serem ouvidas, sentidas, interpretadas.
Para tocarem nossas vidas com a mesma força do instante em que foram criadas.
Para tocarem nossas vidas com a magia de serem músicas e de poderem alçar todos os vôos, de vibrar com as notas...
Pessoas com quem você convive ou buscam mesmo que não estejam nas paradas de sucesso...
Pessoas que toquem apenas o seu coração!

(enviado por Célia)

sábado, 18 de dezembro de 2010

Quando Surge Um Amor

© Lenise Resende

Quando um amor surge em nossa vida, nem sempre percebemos de imediato. Podemos ficar desconcertados, desconfiados ou estar descrentes. Nem sempre sabemos recebê-lo bem, nem sempre comemoramos. Podemos até dizer: - Puxa! Justamente agora?

amor345

Algumas vezes nos achamos mal fisicamente ou emocionalmente, ou sem tempo. E, isso, pode ser verdade ou uma desculpa para adiar o que nos dá medo. Nem sempre tratamos bem o amor que chega. Fazemos exigências, perguntas, testes, birras. Outras vezes sumimos, calamos, esquecemos ou fingimos esquecer o que devia ser lembrado. E maltratamos quem nos quer bem.

Quando um amor surge em nossa vida, podemos estar cansados de esperar por ele. Podemos, até, ficar decepcionados porque, a aproximação, pode nos mostrar defeitos que amor456não percebíamos ou não nos incomodavam. Podemos achá-lo apressado, impaciente, querendo pular etapas necessárias ao conhecimento. Podemos achá-lo desinteressado, achando que nos conhece tanto que não precisa mais prestar atenção.

Quando um amor chega, nem sempre fica. Nem sempre vem com malas e bagagens, traz apenas o necessário para uma breve permanência. Apenas nos acorda para a vida ou, nos prepara, para um novo amor, que vem pra ficar.

(http://www.lendoerelendo.com )  
Enviado por Gabriel 

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

DECLARAR AMOR

declara103975573

Autor Desconhecido

Demonstrar o amor é uma forma de deixar a vida transbordar dentro do próprio coração.

A maioria das pessoas estabelece datas especiais para manifestar o seu amor pelo outro: é o dia do aniversário, o natal, o aniversário de casamento, o dia dos namorados. Para elas, expressar amor é como usar talheres de prata: é bonito, sofisticado, mas somente em ocasiões muito especiais.

E alguns não dizem nunca o que sentem ao outro. Acreditam que o outro sabe que é amado e pronto. Não é preciso dizer.

declara106683175

Conta um médico que uma cliente sua, esposa de um homem avesso a externar os seus sentimentos, foi acometida de uma supuração de apêndice e foi levada às pressas para o hospital.

Operada de emergência, necessitou receber várias transfusões de sangue sem nenhum resultado satisfatório para o restabelecimento de sua saúde.
O médico, um tanto preocupado, a fim de sugestiona-la, lhe disse: 
- Pensei que a senhora quisesse ficar curada o mais rápido possível para voltar para o seu lar e o seu marido.
Ela respondeu, sem nenhum entusiasmo:
- O meu marido não precisa de mim. Aliás, ele não necessita de ninguém. Sempre diz isto.

Naquela noite, o médico falou para o esposo que a sua mulher não queria ficar curada. Que ela estava sofrendo de profunda carência afetiva que estava comprometendo a sua cura.
A resposta do marido foi curta, mas precisa:
- Ela tem de ficar boa.

Finalmente, como último recurso para a obtenção do restabelecimento da paciente, o médico optou por realizar uma transfusão de sangue direta.
O doador foi o próprio marido, pois ele possuía o tipo de sangue adequado para ela.
Deitado ao lado dela, enquanto o sangue fluía dele para as veias da sua esposa, aconteceu algo imprevisível.

O marido, traduzindo na voz uma verdadeira afeição, disse para a esposa:
- Querida, eu vou fazer você ficar boa.
- Por que? Perguntou ela, sem nem mesmo abrir os olhos.
- Porque você representa muito para mim.
Houve uma pausa. O pulso dela bateu mais depressa. Seus olhos se abriram e ela voltou lentamente a cabeça para ele.
- Você nunca me disse isso.
- Estou dizendo agora.

Mais tarde, com surpresa, o marido ouviu a opinião do médico sobre a causa principal da cura da sua esposa.
- Não foi a transfusão em si mesma, mas o que acompanhou a doação do sangue que fez com que ela se restabelecesse. As palavras de carinho fizeram a diferença entre a morte e a vida. 
( Enviado por Sílvia ) 

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

PRETINHO BÁSICO

Fonte : Revista Veja

O "pretinho básico" que Chanel criou em 1926: modelito chegou, foi visto e venceu 

200200302-001

Preto é aposta certa desde o início do século XVIII, quando a indumentária masculina urbana, especialmente na Inglaterra, ganhou a sobriedade que até então se restringia ao círculo dos pastores protestantes e dos militares. A razão do fenômeno é socioeconômica. Os tons escuros e as modelagens menos bufantes eram mais uma forma de os burgueses, a classe em ascensão, marcarem sua diferença em relação à aristocracia que teimava em cultivar o espalhafato das rendas e dos frufrus. Foi assim que o preto se tornou a cor dos cavalheiros vetustos, sendo depois incorporado ao guarda-roupa dos dândis, os janotas que começaram a ditar a moda a partir de meados do século XIX.
No armário das mulheres, porém, o preto ainda continuaria a ser por muito tempo símbolo de luto, e só. O preto, no Ocidente, foi associado a rituais fúnebres como renúncia à ostentação material. Para expressar tristeza, os privilegiados abriam mão durante um certo período de usar seus tecidos coloridos, inacessíveis aos pobres. Até o século XVIII, os pigmentos usados para tingir eram caríssimos, motivo que levou a que as cores vibrantes, como o dourado e o vermelho, fossem vistas como sinal de poder e opulência. Essa aura permaneceu no universo feminino até o início do século XX, cultivada também por aqueles senhores que adotaram o preto para si próprios. Afinal de contas, para um burguês bem-sucedido, nada como uma esposa ricamente trajada – e colorida – para mostrar quão polpuda era sua conta bancária. O preto só entraria para o dia-a-dia feminino com a chegada das mulheres ao mercado de trabalho e sua conseqüente emancipação social e política.
97785827
Essa revolução tem seu eixo na figura de Gabrielle "Coco" Chanel, a estilista francesa que inventou quase tudo o que é moderno e elegante no figurino feminino atual. Foi ela a aposentar definitivamente os vestidões compridos e armados. A palavra de ordem de Coco Chanel era conforto e praticidade, conceitos que se casavam à perfeição com as necessidades da nova mulher. Ela apresentou ao mundo seu modelito curto, reto, simples e preto nas páginas da revista Vogue, em 1926. Quase instantaneamente, o "pretinho básico" virou o uniforme da mulher chique. Nas décadas seguintes, o preto ganharia dose extra de glamour por obra e graça das estrelas de cinema. Entre elas, Audrey Hepburn, a atriz capaz de emprestar elegância até a um saco de batatas. Audrey fez dele seu tom de roupa favorito e, num longo de alças, tirou o fôlego da audiência em Bonequinha de Luxo.
Outros exemplos? A estonteante Rita Hayworth, cantando com voz rouca no papel de Gilda, começou e terminou nas luvas um memorável ensaio de strip-tease – não mexeu no ultra-sexy longo negro (com detalhe abaixo do busto para esconder a gravidez). A loiríssima Anita Ekberg, de preto, inesquecível, banhou-se na Fontana di Trevi em La Dolce Vita. E não há vestido menos fúnebre do que o usado pela Morticia de Anjelica Huston na versão modernosa de A Família Addams. Com tanto estímulo, não espanta que a maioria das mulheres ainda prefira o preto. Afora todos os motivos elencados até agora, ele disfarça marcas de uso prolongado. Um vestido escuro, como sabem as mais econômicas, demora a ficar com aspecto de coisa velha.
 Por isso, adeptas do preto, não se deixem levar pela conversa de que as cores vibrantes só servem para realçá-lo. Experimentem um caramelo aqui, um carmim acolá e outras tonalidades que virem nas vitrines. Nada grave. Mas encarem isso apenas como uma "pulada de cerca". Seu companheiro fiel, seguro e para toda a vida, não esqueçam em nenhum momento, será sempre o preto. ( Extraído da Revista Veja nº 1642 )

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Cachorro Velho


Autor Desconhecido

Enviado por Bete

cachorro3453

Uma velha senhora foi para um safari na África e levou seu velho vira-lata com ela.
Um dia, caçando borboletas, o velho cão, de repente, deu-se conta de que
estava perdido.
Vagando a esmo, procurando o caminho de volta, o velho cão percebe que um jovem leopardo o viu e caminha em sua direção, com intenção de conseguir um bom almoço ..
O cachorro velho pensa:
-'Oh, oh! Estou mesmo enrascado !
Olhou à volta e viu ossos espalhados no chão por perto. Em vez de apavorar-se mais ainda, o velho cão ajeita-se junto ao osso mais próximo, e começa a roê-lo, dando as costas ao predador
Quando o leopardo estava a ponto de dar o bote, o velho cachorro exclama bem alto:
 
-Cara, este leopardo estava delicioso ! Será que há outros por aí ?
Ouvindo isso, o jovem leopardo, com um arrepio de terror, suspende seu ataque, já quase começado, e se esgueira na direção das árvores.
-Caramba! pensa o leopardo, essa foi por pouco ! O velho vira-lata quase me pega!
Um macaco, numa árvore ali perto, viu toda a cena e logo imaginou como fazer bom uso do que vira: em troca de proteção para si, informaria ao predador que o vira-lata não havia comido leopardo algum...
E assim foi, rápido, em direção ao leopardo. Mas o velho cachorro o vê correndo na direção do predador em grande velocidade, e pensa:
-Aí tem coisa!
O macaco logo alcança o felino, cochicha-lhe o que interessa e faz um acordo com o leopardo.
O jovem leopardo fica furioso por ter sido feito de bobo, e diz:
-'Aí,macaco! Suba nas minhas costas para você ver o que acontece com aquele cachorro abusado!'
Agora, o velho cachorro vê um leopardo furioso, vindo em sua direção, com um macaco nas costas, e pensa:
-E agora, o que é que eu posso fazer ?
Mas, em vez de correr ( sabe que suas pernas doídas não o levariam longe...) o cachorro senta, mais uma vez dando costas aos agressores, e fazendo de conta que ainda não os viu, e quando estavam perto o bastante para ouvi-lo, o velho cão diz:
-' Cadê o safado daquele macaco? Tô morrendo de fome! Ele disse que ia trazer outro leopardo para mim e não chega nunca! '

Moral da história: não mexa com cachorro velho... idade e habilidade se sobrepõem à juventude e intriga. Sabedoria só vem com idade e experiência.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

UM ALERTA !

Email enviado por Emiele

96612541

Autor Desconhecido

(Alerta colocado na porta dum espaço terapêutico)
Preste Atenção !!

O resfriado escorre quando o corpo não chora.
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições.
O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.
O diabetes invade quando a solidão dói.
O corpo engorda quando a insatisfação aperta.
A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam.
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.
A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.
As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.
O peito aperta quando o orgulho escraviza
O coração enfarta quando chega a ingratidão.
A pressão sobe quando o medo aprisiona.
As neuroses paralisam quando a"criança interna" tiraniza.
A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.
A saúde não é apenas um prêmio mas a resposta a todo aquele que preserva com zelo o maior presente recebido do Criador.
_____

Saiba mais sobre a poetisa Emiele em
http://www.poetasdelmundo.com:80/verInfo.asp?ID=1489
www.marizalenir-a-hortela.blogspot.com 
http://muraldosescritores.ning.com/profile/MarizaLenirHortadeAbreu

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

PERGUNTAS E RESPOSTAS

pergunta

"A razão pode responder perguntas, mas a imaginação tem que perguntá-las." ( Ralph Gerard )

"Uma pergunta prudente é metade sabedoria." 
( Francis Bacon )
-
"Às vezes questões são mais importantes que respostas."
( Nancy Willard )
-
"Não é a resposta que ilumina, mas a pergunta."
( Decouvertes ) 
-
"Fácil é perguntar o que deseja saber. Difícil é estar preparado para escutar a resposta. " (do blog Happiness, da amiga Rose Alberti )http://synonymousofhappiness.blogspot.com

perg3

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Como O Esporte Deforma O Caráter

Alexandre Carvalho dos Santos

corridamaluca

"O importante não é  vencer, mas participar. " O lema apareceu pela primeira vez durante os Jogos Olímpicos de 1908. em Londres.
Desde então, encaramos o esporte como uma prática sem perdedores. Aos vencedores, os louros da vitória. Aos derrotados. o aprendizado - lições como disciplina. determinação, espírito de equipe. Daí a missão das Olimpíadas:
"Um mundo mais pacífico e melhor por meio do esporte"
(com a qual o Rio foi encarregado de colaborar em 2016).
A tese soa inspiradora, mas nem pra todo mundo.
Caso de ídolos, como o canadense Ben Johnson. que se entupiu de anabolizantes para bater o recorde dos 100 metros rasos na Olimpíada de Seul, em 1988. E de desconhecidos, como espanhóis que fingiram ter deficiência mental para competir com vantagem nos jogos de basquete da paraolimpíada de Sydney, em 2000.
Focados no pódio, eles trapacearam.
E isso não é tão incomum. Como diz a teoria, o esporte ajuda a moldar o caráter de uma pessoa. Mas, como diz a prática, pode ser para pior.
No dia -a -dia, atletas priorizam tanto o esporte que acabam menosprezando o que está fora dele. São até incentivados nisso.
Em Israel, 75% dos estudantes que praticam esporte no colégio são autorizados pelos pais a perder provas por causa de um jogo (entre pais de jovens músicos.a parcela é de 47%). E 66% dos atletas de colégio são liberados de entregar trabalhos na data marcada, de acordo com estudo da Universidade de Haifa.
Ainda que bem intencionada, a exceção ajuda a formar a idéia de que vale tudo por um bom resultado. E de que o esporte merece atenção total.
É por isso que colar em provas é mais  comum entre atletas (65% colam) do que não atletas, como concluiu o Instituto Josephson de Ética, Ong dos EUA que entrevistou 5 300 estudantes americanos em 2007.
( fonte : Revista Super Interessante, edição nº 271)
- leia também, um post interessante no blog  http://catoliconews.blogspot.com/2009/05/corrida-maluca.html

domingo, 14 de novembro de 2010

A ORIGEM DA PALAVRA "SINCERO"

Malba Tahan

1200965_happy_ball

Enviado por Emiele

SINCERA é uma palavra doce e confiável.
SINCERA é uma palavra que acolhe... e essa é uma palavra que deveria estar no vocabulário de toda alma.
SINCERA foi uma palavra inventada pelos romanos.
Sincero vem do velho, do velhíssimo latim ...
Eis a poética viagem que fez sincero de Roma até aqui:

Os romanos fabricavam certos vasos de uma cera especial. Essa cera era, às vezes tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes.
Em alguns casos, chegava-se a se distinguir um objeto - um colar, uma pulseira ou um dado -, que estivesse colocado no interior do vaso.
Para o vaso, assim fino e límpido, dizia o romano vaidoso:
- Como é lindo ! parece até que não tem cera !

"Sine-cera " queria dizer: "sem cera" uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes, e da antiga cerâmica romana.

O vocábulo passou a ter um significado muito mais elevado : SINCERO é aquele que é franco, leal, verdadeiro, que não oculta, que não usa disfarces, malícias ou dissimulações.
O sincero, a semelhança do vaso, deixa ver através de suas palavras, os nobres sentimentos de seu coração.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

NEWTON

newton340c

"Eu não sei o que eu possa parecer para o mundo; mas para mim eu pareço ter sido apenas como um garoto brincando na praia, e me divertindo de vez em quando ; encontrando uma pedra arredondada ou uma concha mais bonita que as comuns, enquanto o grande oceano da verdade repousa desconhecido perante mim."

 Isaac Newton
______

roubado do blog "nao crio juizo porque não sei o que ele come"
http://synonymousofhappiness.blogspot.com/

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

AS MAIS FAMOSAS MAGRICELAS DA HISTÓRIA

 Autor Desconhecido

magra3

O fato de só ter sido diagnosticada no século passado, não quer dizer que a anorexia não tenha existido antes. Em seu livro "As Indomáveis", as psicanalistas francesas Ginette Raimbault e Caroline Eliacheff fazem um mergulho histórico na doença através de alguns casos famosos.
Um deles é o da imperatriz austríaca Sissi, considerada uma das mais belas mulheres européias do século 19.
A imperatriz tinha uma obsessão: jamais ultrapassar 50 quilos, embora fosse um mulherão de l,72 de altura. Ela fez do corpo sua ocupação central. Impos-se regimes draconianos e intensa ativiidade física, incluindo longas caminhadas que deixavam suas damas de companhia de língua de fora.
As psicanalistas mencionam também a filósofa e militante política Simone Weil, nascida na França em 1909. Ela sofria de terríveis enxaquecas, o que lhe servia de desculpa para não comer durante vários dias. Apesar disso, sua atividade era intensa : dava aulas para mineiros, participava de movimentos sindicais e escrevia para jornais militantes. magra2
Santa Catarina de Siena, que viveu no século XIV, também era uma anoréxica convicta. Conta-se que ela permanecia em longos jejuns místicos e, quando comia algo, estimulava o vômito enfiando um talo de erva-doce ou uma pena de ganso na garganta.
Mais recentemente, a anorexia bulímica também causou transtornos na vida das atrizes Jane Fonda e Margaux Hemingway, entre outros.
A cantora Karen Carpenter, que ao lado do irmão Richard integrava a dupla pop "Carpenters" foi achada morta em sua casa, em 1983, segundo consta, vítima de anorexia e bulímia.
Mas o caso mais famoso entre celebridades ainda é da ex-princesa Diana, da Inglaterra.. As crises mais intensas da doença ocorreram enquanto durou seu desastroso casamento com o Principe Charles.
Muitas vezes Diana foi surpreendida, a altas horas, atacando a geladeira do Castelo de Windsor para depois vomitar tudo o que comia. A família real não conseguia entender como aquela mulher glutona mantinha-se sempre esbelta.
magra 
Para as psicanalistas Raimbault e Eliacheff, aspirar à santidade no século 14 ou à magreza no século 20 dá na mesma : o desejo da anoréxica de desafiar o transcender a realidade física é muito semelhante ao dos místicos.
( Extraído da Revista Globo Ciência nº 70 )
__________

Saiba mais em : 
http://www.bbc.co.uk/portuguese/ciencia/story/2005/02/050201_bulimiadtl.shtml  e  http://www.lustosa.net/noticias/65217.php

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

domingo, 31 de outubro de 2010

sábado, 30 de outubro de 2010

O PODER DAS PERGUNTAS

Prof. Adriano Ferraz Cese 
PALAVRAS PODER
email enviado por Ana Maria

As perguntas são as respostas

Nossas perguntas determinam nossos pensamentos. A velocidade do processo de pensar é muito maior que a velocidade da luz e nossos cientistas ainda hoje estão desvendando esse mecanismo, mas uma coisa é certa :  fazer e responder perguntas leva racionalmente nossos pensamentos numa direção com foco determinado.

Quando fazemos perguntas fortalecedoras, perguntas de qualidade, certamente criaremos uma vida de maior qualidade. As perguntas certas no momento certo são o laser da nossa percepção, nos fazem pensar de forma diferente, de perceber formas singulares de soluções até então camufladas. As respostas aos nossos anseios e inquietudes, já estavam conosco o tempo todo arquivadas em gavetas secretas que não seriam abertas se não fossem feitas as perguntas certas.

Diz um provérbio que “aquele que faz perguntas não pode evitar as respostas”. São elas que nos possibilitarão enxergar novas facetas da mesma realidade e o mais importante de tudo, mudar o significado dos eventos que ocorrem em nossas vidas. Anthony Robbins, o maior coach do mundo declara:  “Não é o que nos acontece, mas o significado que damos ao que nos acontece que realmente importa”.

palavras25

Não são os acontecimentos que moldam sua vida e determinam como você se sente, mas sim a maneira como você interpreta e avalia suas experiências de vida. Quando você percebe um significado fortalecedor em um evento que ocorreu com você é notório que irá determinar  sua forma de decisão e suas ações a serem tomadas. É a partir da realização de um primeiro passo e tomando uma decisão que seu destino é mudado.

“O homem não é a criatura das circunstâncias. As circunstâncias é que são criaturas do homem.” Benjamin Disraeli

Há três decisões que você toma a cada momento de sua vida que controlam seu destino:
1. Suas decisões sobre o que focalizar;
2. Suas decisões sobre o que as coisas significam para você e como se sentirá;
3. Suas decisões sobre o que fazer para criar os resultados que deseja.

As perguntas habituais que você faz a si próprio são um dos elementos do sistema cerebral para tomada de decisões.

Você tem que compreender que pensar é  mais que o processo de fazer e responder perguntas. Portanto, se queremos mudar a qualidade de nossas vidas, devemos mudar nossas perguntas habituais. Essas perguntas dirigem nosso foco e assim como pensamos e sentimos.

palavras todas

“Sempre há bela resposta a quem faz um pergunta ainda mais bela” .

E como as perguntas funcionam?
As perguntas realizam três coisas específicas:
1. As perguntas mudam imediatamente o que focalizamos e, em conseqüência como sentimos;
2. Perguntas mudam o que suprimimos. Se você se sente triste, só há um motivo: é porque está suprimindo todas as razões que pode ter para se sentir bem;
3. As perguntas mudam os recursos à nossa disposição.

Tudo o que precisamos fazer é criar uma pergunta melhor e assim, termos uma resposta melhor. A vida não passa de um jogo, onde todas as respostas existem. Você só precisa encontrar as perguntas certas para vencer.

Perguntas para conduzir a uma decisão:
1. Qual a pior coisa que poderia acontecer se você fizesse isso?
2. Qual a melhor coisa que poderia acontecer se você fizesse isso?
3. Qual a pior coisa que poderia lhe acontecer se você não fizesse isso?
4. Qual a melhor coisa que poderia lhe acontecer se você não fizesse isso?

REP%20festa%20palavras

Perguntas para conduzir a ação:
1. O que você quer?
2. Quais outras opções você tem?
3. O que essa meta proporcionará para você?
4. O que é importante para você sobre isso?
5. Do que você está disposto a desistir para realizá-la?
6. O que você não está disposto a mudar?
7. O que você pode fazer para gerar significado?
8. O que poderia gerar um ímpeto significativo para você agir?

Perguntas para caso a pessoa não consiga o resultado desejado na execução:
1. O que você aprendeu a partir disso?
2. O que você faria diferente da próxima vez?

Prof. Adriano Ferraz Cese
www.focusdesenvolvimento.com.br

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Á MESA, COM OS MESTRES

Colaboração do jornal "O Garimpo"
Muitos escritores, dramaturgos e poetas, que entraram para a história por seu talento com as palavras, deixaram registros claros de seus hábitos à mesa nas próprias obras. Alguns deles tornaram público o apetite voraz e o apreço por um bom prato :
monteiro_lobato_02
Monteiro Lobato ( 1882/1980)
Caipira de corpo e alma, o criador da boneca Emília apreciava a culinária do interior brasileiro a ponto de imortalizá-la em seus livros. Até hoje, quem pensa no Sítio do Picapau Amarelo , quase sente o cheiro dos bolinhos de chuva preparados por Tia Anastácia. A receita existia de verdade e fazia parte do caderno de sua mulher, dona Purezinha.

mario de andrade
Mário de Andrade (1893/1945)
O escritor registrou na obra "O Turista Aprendiz" boa parte de seus interesses gastronômicos. Viajando por Minas Gerais, Amazonas e Nordeste, teve contato com receitas típicas. Os doces, no entanto, eram seu ponto fraco. A receita de BATATA ROSADA está entre as 131 anotadas em um caderno.

gilberto_freyre
Gilberto Freyre (1900/1987)
O autor de "Açúcar", "Casa Grande e Senzala" era bom de garfo e reconhecia as tradições culinárias como um dos aspectos mais fundamentais da cultura de um povo. Frequentava endereços chiques, mas a lista de seus pratos prediletos mostra que ele gostava mesmo era das receitas populares, como cozido de charque e legumes.

Vinicius de Moraes
Vinícius de Moraes(1913/1980)
O poetinha não era só bom de versos. Era ótimo também no forno e no fogão. Craque no improviso, recolhia o que havia na geladeira e acabava deixando os amigos surpresos. Também sabia fazer feijoada. A receita, colocou inteirinha nos versos de "Feijoada á Minha Moda", em 1962. Seu talento culinário maior, no entanto, era o preparo de doces - ainda na adolescência, gostava de fazer balinhas à base de ovo e açúcar. A receita predileta era a de papos-de-anjo. Quem conhece "Carta ao Tom", de 1964, deve se lembrar.
( Revista Aventuras na História nº 76, Novembro 2009 ) _____________
O jornal O Garimpo é editado por Cosme Custódio da Silva . Endereço : Rua dos Bandeirantes, 841/301 - Matatu - Salvador - Bahia - CEP 4060.001 - putzgrilla@oi.com.br  

terça-feira, 12 de outubro de 2010

10 COISAS QUE AS ESCOLAS NÃO ENSINAM


Stephen Downes
Email enviado pelo site da CEPEC  
e3
Lição 1. Como prever as consequências
A frase mais comum depois de um desastre é "nunca imaginei"...
O fato é que a maior parte das pessoas tem muita dificuldade em prever as consequências das suas ações e as escolas parecem jamais ter pensado em ensinar como melhorar esse aspecto. Prever as consequências é parte ciência, parte matemática. É a habilidade de criar um modelo mental de uma sequência de eventos.
O problema é que em geral a gente confunde a previsão com o desejo e aí tudo fica muito complicado. Prever é avaliar o passado, reunir informações sobre o presente e, muitas vezes, brincar de estatística para responder a perguntas do tipo: que chances eu tenho de saltar de uma altura de 3 metros e sobreviver, são e salvo?

Lição 2. Como ler corretamente
Ao contrário do que você imagina, ler bem não tem nada a ver com ler literatura. Ler tem a ver com olhar para um texto e realmente entender o que está sendo dito (isso também vale para áudio e vídeo, é claro!) e compreender o que, embora não esteja expresso, é parte integrante do texto. Ler na entrelinhas, intuir o contexto, isso é LER.

Lição 3. Como distinguir fatos e ficção
Questionar o que que está sendo dito, aquilo que você lê ou vê na TV é uma ferramenta fundamental para viver num mundo onde todo mundo tem uma opinião sobre todas as coisas e essa opinião muitas vezes é apresentada como se fosse a verdade absoluta.

Lição 4. Como criar empatia com os outros Muita gente vive no seu próprio mundinho fechado. Nem sempre isso é um problema, mas reconhecer que existem outras criaturas que compartilham nossos espaços e caminham ao nosso lado e que essas pessoas eventualmente também estão vivendo em seus mundinhos fechados é fundamental para a sobrevivência, a sua e, quem sabe até a de todos. Isso vai impedir você de assumir que todos os outros seres são iguais a você. E, ainda mais importante, reconhecer essa presença faz desse outro uma fonte surpreendente e fértil de conhecimentos, inspirações e novas idéias.
Lição 5. Como ser criativo
Acredite, todo mundo pode ser criativo. Nossa espécie é feita para ser assim. Com um pouco de prática você pode ficar muito bom nisso. Criatividade não nasce do nada. Em geral, ela surge como resposta a algum problema. Um bom jeito de exercitar a sua criatividade é procurar problemas que precisem ser resolvidos, coisas que merecem respostas, necessidades que precisam ser satisfeitas. Escreva sobre essas coisas que você vai encontrando por aí, quem sabe num blog?

- Para saber o que Stephen Downes diz ainda sobre  comunicar -se com clareza, aprender,  manter-se saudável, valorizar a si mesmo, dar sentido à vida ,
CONTINUE LENDO
10 COISAS QUE AS ESCOLAS NÃO ENSINAM

____________________
Downes é um especialista canadense em educação e e-learning. Ele criou um blog especialmente dedicado para discutir as coisas que as escolas não ensinam e que são, na verdade, fundamentais.- http://stephendownes.com/.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

PARÁBOLA DO PORCO-ESPINHO

Autor Desconhecido

 Email enviado por Rose de Arruda

porco espinhoDurante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram juntar-se em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso, decidiram afastar-se uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados. Então, precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam, assim, a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.

E, assim, sobreviveram.

Moral da História:

O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.

_______________

Cortesia: Rose de Arruda/Cuiabá-MT/Brasil

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

CONCURSO DE POESIA OFICINA DA PALAVRA

Conheçam e participem do Concurso de Poesia idealizado e coordenado pela amiga Cathiato do blog Reflexo D’Alma - http://reflexodalma.blogspot.com/
CONCURSO DE POESIA OFICINA DA PALAVRA 2010 :

OBJETIVO DO CONCURSO:REUNIR PESSOAS QUE ESCREVEM AO REDOR DA 'PALAVRA " E INCENTIVA-LOS A MOSTRAREM SEUS TEXTOS
INSCRIÇÕES ABERTAS DE 05 A 30 DE SETEMBRO DE 2010:
INFORMAÇÕES SOMENTE PELO EMAIL
catiaho@hotmail.com

Mais informações em http://oficinadapalavraemreflexo.blogspot.com/

sábado, 25 de setembro de 2010

FRASE

 

"A cada escolha ha infinitas renunncias."”

 

http://www.pensamentopositivo.com.br/reflexoes

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

A inferioridade do Ensino Superior

Images_aluno_mochila 
enviado pelo site  "Lendo. Org." - http://www.lendo.org/
Ao fim você me chamará romântico, mas ando mastigando essas coisas faz tanto tempo que esse artigo será nada menos que um grande cuspe.
Cartazes, panfletos e propagandas de televisão têm me convidado a ingressar na universidade. Uma formação superior que abrirá as portas para uma brilhante carreira profissional, com salários exorbitantes, viagens para a Europa, apartamentos em Copacabana e uma família branca, negra, índia e feliz.
São todos os sonhos deles realizados.
Passo pela prova de admissão — que exige todo o potencial de meus dois neurônios relapsos — e chego na primeira aula com meu boné, meus óculos escuros e as roupas largas que hoje impressionam as garotas (aquelas, lindíssimas, que às oito da manhã estão com 1 quilo de maquiagem no rosto) da mesma forma que o terno e a gravata impressionarão daqui cinco anos.
Sou um universitário. Dirijo o carro importado que ganhei do papai como prêmio por passar no vestibular e desfilo pelos corredores portando as últimas notícias futebolísticas. Tenho aula de filosofia, política, ética, direito, religião, mas apesar de não entender uma palavra do que falam e não me preocupar em ler aquelas absurdas quatro páginas que o professor pediu, sei que tudo isso não adicionará nenhum zero em minha conta bancária e por isso vou faltar hoje, afinal a prova final é com consulta, em dupla.
Finalmente a formatura. Minha família chorando de alegria vendo o filho receber um canudo e ser agraciado com o título de bacharel. Sou o primeiro da linhagem a alcançar tamanho sucesso. Meu currículo não é dos melhores, algumas reprovações atrasaram meus planos, mas nada que papai não resolva com aqueles amigos dele.
Continue lendo   "A Inferioridade do Ensino Superior

domingo, 12 de setembro de 2010

ONDE ANDARÁ O MEU DOUTOR ?

(Autor Desconhecido)

Texto recebido da escritora Glenda Maier, que o enviou com o seguinte comentário : "Quero compartilhar um texto recebido de autor desconhecido que gostaria que chegasse ao maior número possível de médicos, para que eles se lembrem sempre da razão pela qual se tornaram médicos e para agradecer profundamente a todos aqueles que,independentemente  das dificuldades, ainda são "o meu Doutor" ! 

doutor_terror

Hoje,  acordei sentindo uma dorzinha. Aquela dor sem explicação e uma palpitação! Resolvi procurar um doutor. Fui divagando pelo caminho. Lembrei daquele médico que me atendia vestido de branco e que para mim  tinha um pouco de pai, de amigo e de anjo. Meu doutor, que curava a minha dor! Não apenas a do meu corpo, mas a da minha alma. Que me transmitia paz e calma.

Chegando à recepção do consultório, fui atendida com uma pergunta:
- "Qual o seu plano?
- O meu plano? Ah! O meu plano é viver mais e feliz. É dar sorrisos, aquecer os que sentem frio e preencher esse vazio que sinto agora!
Mas, a resposta teria que ser outra! O "meu plano de saúde"! Apresentei o documento do dito cujo,  já meio suado tanto quanto o meu bolso. E aguardei. Quando fui chamada, corri apressada. Ia ser atendida pelo doutor, ele que cura qualquer tipo de dor. Entrei e o olhei. Me surpreendi! Rosto trancado, triste e cansado. Será que ele estava adoentado?..

CONTINUE LENDO
"ONDE ANDARÁ O MEU DOUTOR”

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

A ORIGEM DO MEDO

email enviado por Ana Maria  

MEDO

Ekhart Tolle

A doença psicológica do medo não está presa a qualquer perigo imediato  concreto e verdadeiro. Manifesta-se de várias formas, tais como agitação, preocupação, ansiedade, nervosismo, tensão, pavor, fobia, etc. Esse tipo de medo psicológico é sempre de alguma coisa que poderá acontecer, não de alguma coisa que está acontecendo neste momento. Você está aqui e agora, ao passo que a sua mente está no futuro. Essa situação cria um espaço de angústia.
E, caso estejamos identificados com as nossas mentes e tenhamos perdido o contato com o poder e a simplicidade do Agora, essa angústia será nossa
companhia constante.
Podemos sempre lidar com uma situação no momento em que ela se apresenta, mas não podemos lidar com algo que é apenas uma projeção mental.
Não podemos lidar com o futuro.
Além do mais, enquanto estivermos identificados com a mente, o ego regerá as nossas vidas. Por conta da sua natureza ilusória e apesar dos elaborados mecanismos de defesa, o ego é muito vulnerável e inseguro e vê a si mesmo sob constante ameaça. Esse é o caso aqui, mesmo que o ego seja muito confiante, em sua forma externa. Agora, lembre-se de que uma emoção é a reação do corpo à mente. Que mensagem o corpo está recebendo permanentemente do ego, o falso eu interior construído pela mente? Perigo está sob ameaça. E qual é a emoção gerada por essa mensagem permanente? Medo é claro. O medo parece ter várias causas. Tememos perder, falhar, nos machucar, mas em última análise todos os medos se resumem a um só: o medo que o ego tem da morte e da destruição. Para o ego, a morte está bem ali na esquina. No estado de identificação com a mente, o medo da morte afeta
cada aspecto da nossa vida.
Continue lendo  A ORIGEM DO MEDO 

sábado, 31 de julho de 2010

SUMIDO

s4

Luiz Fernando Veríssimo

Do baú. Me disseram "Você anda sumido" e me dei conta de que era verdade. Eu também, fazia tempo que não me via. O que teria acontecido comigo? Não me encontrava nos lugares em que costumava ir. Perguntava por mim e as pessoas diziam "é verdade, você anda sumido". E "Que fim levou você?". Eu não tinha a menor idéia que fim tinha me levado. A última vez em que me vira fora, deixa ver... Eu não me lembrava!

Eu teria morrido? Impossível, na última vez em que me vira eu estava bem. Não tinha, que eu soubesse, nenhum problema grave de saúde. E, mesmo, eu teria visto o convite para o meu enterro no jornal. O nome fatalmente me chamaria a atenção.

Eu podia ter mudado de cidade. Era isso. Podia ter ido para outro lugar, podia estar em outro lugar naquele momento. Mas por que iria embora assim, sem dizer nada para ninguém, sem me despedir nem de mim? Sempre fomos tão ligados.

No outro dia fui a um lugar que eu costumava freqüentar muito e perguntei se tinham me visto. Não era gente conhecida, precisei me descrever. Não foi difícil porque me usei como modelo. "Eu sou um cara, assim, como eu. Mesma altura, tudo." Não tinham me visto. Que coisa. Pensei: como é que alguém pode simplesmente desaparecer desse jeito? 

Foi então que comecei, confesso, a pensar nas vantagens de estar sumido. Não me encontrar em lugar algum me dava uma espécie de liberdade. Podia fazer o que bem entendesse, sem o risco de dar comigo e eu dizer "Você, hein?". Mudei por completo comportamento. Me tornei " outro! Que maravilha. Agora, mesmo que me encontrasse, eu não me reconheceria.

Comecei a fazer coisas que até eu duvidaria, se fosse eu. O que mais gostava de ouvir das pessoas espantadas com a minha mudança era: "Nem parece você." Claro que não parecia eu. Eu não era eu. Eu era outro!

Passei a me exceder, embriagado pela minha nova liberdade. A verdade é que estar longe dos meus olhos me deixou fora de mim. Ou fora do outro. E um dia ouvi uma mulher indignada com o meu assédio gritar "Você não se enxerga, não?". E, então, tive a revelação.

Claro, era isso. Eu não estava sumido. Eu simplesmente não me enxergava. Como podia me encontrar nos lugares onde me procurava se não me enxergava? Todo aquele tempo eu estivera lá, presente, embaixo, por assim dizer, do meu nariz, e não me vira.

Por um lado, fiquei aliviado. Eu estava vivo e bem, não precisava me preocupar. Por outro lado, foi uma decepção. Concluí que não tem jeito, estamos sempre, irremediavelmente, conosco, mesmo quando pensamos ter nos livrado de nós.

A gente não desaparece. A gente às vezes só não se enxerga.

(roubado do blog da amiga Marta -  http://martamatos.blog.uol.com.br/)

quinta-feira, 8 de julho de 2010

DEFINIÇÃO DE SAUDADE

Email enviado por Pacheco

artigo do  Dr. Rogério Brandão, Médico oncologista ,

90133883

Médico cancerologista, já calejado com longos 29 anos de atuação profissional, com toda vivência e experiência que o exercício da medicina nos traz, posso afirmar que cresci e me modifiquei com os dramas vivenciados pelos meus pacientes.
Dizem que a dor é quem ensina a gemer.
Não conhecemos nossa verdadeira dimensão, até que, pegos pela adversidade, descobrimos que somos capazes de ir muito mais além.
Descobrimos uma força mágica que nos ergue, nos anima, e não raro, nos descobrimos confortando aqueles que vieram para nos
confortar.

Um dia, um anjo passou por mim...

Meu anjo veio na forma de uma criança já com 11 anos, calejada, porém por 2 longos anos de tratamentos os mais diversos, hospitais, exames, manipulações, injeções, e todos os desconfortos trazidos pelos programas de quimioterapias e radioterapia.

Um dia, cheguei ao hospital de manhã cedinho e encontrei meu anjo sozinho no quarto. Perguntei pela mãe. E comecei a ouvir uma resposta que ainda hoje não consigo contar sem vivenciar profunda emoção.

Meu anjo respondeu:
- Tio, disse-me ela, às vezes minha mãe sai do quarto para chorar escondido nos corredores. Quando eu morrer, acho que ela vai ficar com muita saudade de mim. Mas eu não tenho medo de morrer, tio. Eu não nasci para esta vida!
CONTINUE LENDO 
DEFINIÇÃO DE SAUDADE

segunda-feira, 5 de julho de 2010

SE O TEU ESTOMAGO FALASSE

Autor Desconhecido
Email enviado por Marisol -
http://eupaixaoearte.blogspot.com/

comer2

Enquanto isso, no rodízio...

- Estômago: - Cara, manera aí com o que vai comer. Essa semana foi foda. Manda uns vegetais pra dentro, porque as coisas no intestino estão feias.
Primeiro prato (800g): Arroz, feijoada, cupim, picanha, coração de galinha e tomate.
- Estômago: - Tá de sacanagem, né? Duas rodelas de tomate? E essas carnes mal-passadas? Pelo menos mastiga direito essa porra.
Segundo prato (550g): Arroz, costela, picanha, alcatra e salada de maionese.
- Estômago: - Chega de carne, cara, não cabe mais nada aqui. Lembra daquela úlcera? Tá faltando pouco pra cicatriz abrir. Tu quer fuder com tudo, né? Manda um pouco de água.
Bebida: Coca-Cola 600ml
- Estômago: - Seu imbecil, eu falei um pouco de água.
- Eu: - Ué, Coca-Cola tem água. E ainda ajuda a dissolver a carne.
- Estômago: - Coca-cola tem o inferno dentro, porra. Tá ferrando aqui com o suco-gástrico.
- Esposa: - Amor, com quem você tá falando?
- Eu: - Nada não, tô pensando alto.
CONTINUE LENDO
SE TEU ESTOMAGO FALASSE

quinta-feira, 24 de junho de 2010

RESPONSABILIDADE

Email enviado pelo Site Pensamento Positivo

responsavel3 "Não somos responsáveis apenas pelo que fazemos, mas também pelo que deixamos de fazer."

http://www.pensamentopositivo.com.br/reflexoes

terça-feira, 22 de junho de 2010

SARAMAGO

saramago

"Mesmo que a rota da minha vida me conduza a uma estrela, nem por isso fui dispensado de percorrer os caminhos do mundo."

quarta-feira, 16 de junho de 2010

DEFINIÇÕES

definições.jpg

Adriana Falcão

Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.
Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta um capítulo.
Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.
Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair de seu pensamento.
Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa.
Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára.
Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.
Pressentimento é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista.
Vergonha é um pano preto que você quer pra se cobrir naquela hora.
Ansiedade é quando sempre faltam muitos minutos para o que quer que seja.
Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.
Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.
Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.
Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.
Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.
Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros.
Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente mas, geralmente, não podia.
Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.
Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.
Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.
Paixão é quando apesar da palavra ¨perigo¨ o desejo chega e entra.
Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado.
Não... Amor é um exagero... também não.
Um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?
Talvez porque não tenha sentido, talvez porque não tenha explicação,
Esse negócio de amor, não sei explicar.

(roubado do blog da Chuvinha -  http://blairponjinha.blog.uol.com.br/)

segunda-feira, 7 de junho de 2010

FICAR NO APOIO

The-Simpsons-House-x

Pedro Franco

Acho que o cinema tem uma boa denominação para isto: supporting cast. Elenco de apoio.
Não há um bom filme, ou boa novela de televisão , sem um bom
supporting cast. Quem faz bom cinema, ou boa televisão, sabe.
Se os principais atores forem de bom nível, mas se não houver um grupo de apoio,
atores experientes que dão base às estrelas, a obra estará fadada ao fracasso.
Se na arte de representar o fato é notório , na vida comum, no dia a dia das famílias e mesmo no trabalho, é difícil comportar-se como figura de apoio,
principalmente para quem já teve função de mando.
Em firmas, as diretorias ainda podem determinar quem é estrela e quem é apoio.
Nos governos tal fato também sucede. E nas famílias ? Quem sabe ser elenco de
apoio ?
No dia a dia vejo quanto é difícil ser apoio, passar para a segunda linha e deixar quem de direito funcione. Um exemplo : um avô foi pai, ou uma avó foi mãe e
tiveram como função comandar uma numerosa família.

coadjuvantes
Mas o tempo passou, vieram novos personagens, os filhos casaram-se, vieram noras e genros, neto , avós do outro lado e as conveniências podem complicar-se, se cada um não souber buscar seus novos limites, atuar como apoio, sem mais
tentar comandar o espetáculo da vida da família.
Portanto o avô, ou a avó, que pensa ter sabido conduzir sua família (e muitas vezes soube) tem que entender que agora é coadjuvante, auxiliar, base, escada,
supporting cast.
Parece fácil ? Não, não é. Anos e anos na frente da ribalta e agora devem ficar com papéis menores e até atuar por trás das coxias. O Oscar dá prêmios para os
atores coadjuvantes, mas a vida abertamente não.
Mas cada um tem que saber qual é o seu papel naquele momento. Quando se
comportar como estrela? Quando funcionar como apoio ?
Não creio que fórmulas existam. Em cada situação há que pensar, refletir, mas o bom senso determinará que um incendiário comandante em idéias e decisões no passado, que manteve de fato uma liderança familiar, veja com o tempo que de
incendiário terá que virar bombeiro e apagar os possíveis incêndios .
Se alguém pensar que de ator principal em determinados assuntos familiares, precisa virar coadjuvante, esta crônica já teve algum efeito, ainda que não
apresente fórmulas para a arte de conviver em família e mesmo na vida em geral.
Os bons atores do supporting cast sempre encontram emprego e têm sucesso, lembre-se. E são também de enorme importância. .
( Extraído da revista Portal Clube - Amizade Com Poesia, O Jornalzinho )  http://www.imagina.com.br/postalclube )
colaboração de Araci Barreto.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

SHAZAM

MaryMarvel_1st

Autor Desconhecido

Uma das mais famosas histórias em quadrinhos dos anos 50 tinha os irmãos Billy e Mary Batson como principais personagens, ambos dotados de poderes extraordinários concedidos por um mago egípcio chamado Shazam.
Ao pronunciar a palavra "shazam", Billy transformava-se no Capitão Marvel.
Sua irmã também ganhava força, embora com menos poderes.
A palavra Shazam é formada das iniciais de nomes históricos :
Salomão - representa a sabedoria,
Hércules - a força,
Atlas - o vigor
Zeus -o poder,
Aquiles - a coragem
Mercúrio - a velocidade.
Para uso de Mary Marvel, Shazam vinha das iniciais de deusas gregas e seus respectivos atributos :
Selene - a graça
Hipólita - a força
Ariadne - a destreza
Zéfiro- a velocidade ( não havia divindade feminina iniciada pela letra Z )
Aurora, a beleza
Minerva, a sabedoria.

( extraído do fanzine Tom Zine )
Saiba mais
aqui .... 
_______________________

despenteada

VIVER DESPENTEADA

Recebi também  o texto "Viver Despenteada", de autor desconhecido, que já apareceu em diversos blogs e sites . O texto é muito legal, fala sobre liberdade e a necessidade de viver sem se preocupar com as aparências .Você pode le-lo aqui. 

Email enviado por Marisol ..   
http://artsegifs_marisol_assinaturasanimadas.zip.net/
http://marisol.mara.blog.uol.com.br/
http://members.fotki.com/Marisol-2007/about

segunda-feira, 24 de maio de 2010

FRASE - PASTEUR

Email enviado por Sonia Aguiar

"Nos campos da observação, o acaso favorece apenas às mentes preparadas".
Louis Pasteur,

F A R M A C I A D E P E N S A M E N T O S
http://www.farmaciadepensamentos.com/
e-mail: fpensa@farmaciadepensamentos.com

sábado, 15 de maio de 2010

ALGUÉM SABERIA A DIFERENÇA

Autor Desconhecido



Um pai levava seus dois garotos para jogar minigolfe. Na bilheteria, quis saber o preço :
- Cinco moedas para os adultos, três para maiores de seis anos. Abaixo de seis anos, a entrada é grátis.
- Um deles tem três, o outro sete. Pago a do mais velho.
- Você é tolo - disse o bilheteiro - Podia ter economizado três moedas, dizendo que o mais velho tinha menos de seis; eu nunca saberia a diferença.
- Pode ser ; mas os garotos saberiam. E o mau exemplo ficaria gravado para sempre.


( Carta enviada pelo amigo Nato Azevedo. O poeta e contista Nato também está na Internet, nesses endereços: http://www.overmundo.com.br/perfis/nato-azevedohttp://natoazevedo-quasenada.blogspot.com/
___________

VÍDEO
Recebi  de Ana Maria , um vídeo chamado Cemitério Jardim da Eternidade,
engraçado e totalmente nonsense..
www.youtube.com/watch?v=hOUz5v7U4Uw.
___________________

DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS   Recebi ainda de Marisol, do blog Eu, Paixão e Arte , http://www.eupaixaoearte.blogspot.com, o texto   "Doenças Psicossomáticas" , que diz que todas as doenças são criadas por nós.. Já vi esse texto em outros blogs, então imagino que deva ser conhecido. Mas o achei interessante e útil e porisso resolvi compartilhá-lo com vocês, aqui . E  para entender melhor o tema, leia aqui também 

_______________________

ARISTÓTELES

O desejo de conhecer é inerente à natureza humana e nasce do assombro do sentimento diante da beleza do mundo. Todo conhecimento produz uma sensação de prazer "
( Aristóteles

quarta-feira, 5 de maio de 2010

quinta-feira, 22 de abril de 2010

PROVÉRBIO ÁRABE

arabe2

"Não é o que possuímos, mas o que gozamos, que constitui nossa abundância."
Provérbio árabe

EMAIL ENVIADO  POR
F A R M A C I A D E P E N S A M E N T O S
Sonia Aguiar - http://www.farmaciadepensamentos.com
e-mail: fpensa@farmaciadepensamentos.com

quarta-feira, 14 de abril de 2010

UM MINUTO

o tempo

Autor Desconhecido

Um minuto serve para você sorrir:
Sorrir para o outro, para você e para a vida.
Um minuto serve para você ver o caminho, olhar a flor, sentir o cheiro da flor, sentir a grama molhada, notar a transparência da água.
Basta um minuto para você avaliar a imensidão do infinito, mesmo sem poder entendê-lo.
Em um minuto apenas você ouve o som dos pássaros que não voltam mais.
Um minuto serve para você ouvir o silêncio, ou começar uma canção.
É num minuto que você dará o sim que modificará sua vida... e basta.
Basta um minuto para você apertar a mão de alguém e conquistar um novo amigo.
Em um minuto você pode sentir a responsabilidade pesar em seus ombros:
a tristeza da derrota, a amargura da incerteza, o gelo da solidão, a ansiedade da espera, a marca da decepção e a alegria da vitória...

Quanta vitória se decide num simples momento, num simples minuto!

ironiadotempo

Num minuto você pode amar, buscar, compartilhar, perdoar, esperar, crer, vencer e ser...
Num simples minuto você pode salvar a sua vida...
Num pequeno minuto você pode incentivar alguém ou desanimá-lo!
Basta um minuto para você recomeçar a reconstrução de um lar ou de uma vida.
Basta um minuto de atenção para você fazer feliz um filho, um aluno, um professor, um semelhante...
Basta um minuto para você entender que a eternidade é feita de minutos."

( texto roubado do blog "Arquivo K", um blog antigo da amiga Andrea Nascimento.  http://sra.k.zip.net/)
__________

VÍDEO - No post de hoje ,também  quero compartilhar com vocês, um vídeo que recebi . Veio com o nome de Som Incrivel e é realmente incrível , o talento de um grupo musical italiano que executa a trilha musical de um bang bang . Confiram e comentem...
http://www.youtube.com/watch?v=TFoS9bho2Ww
(Email enviado por Ana Maria )