sábado, 30 de outubro de 2010

O PODER DAS PERGUNTAS

Prof. Adriano Ferraz Cese 
PALAVRAS PODER
email enviado por Ana Maria

As perguntas são as respostas

Nossas perguntas determinam nossos pensamentos. A velocidade do processo de pensar é muito maior que a velocidade da luz e nossos cientistas ainda hoje estão desvendando esse mecanismo, mas uma coisa é certa :  fazer e responder perguntas leva racionalmente nossos pensamentos numa direção com foco determinado.

Quando fazemos perguntas fortalecedoras, perguntas de qualidade, certamente criaremos uma vida de maior qualidade. As perguntas certas no momento certo são o laser da nossa percepção, nos fazem pensar de forma diferente, de perceber formas singulares de soluções até então camufladas. As respostas aos nossos anseios e inquietudes, já estavam conosco o tempo todo arquivadas em gavetas secretas que não seriam abertas se não fossem feitas as perguntas certas.

Diz um provérbio que “aquele que faz perguntas não pode evitar as respostas”. São elas que nos possibilitarão enxergar novas facetas da mesma realidade e o mais importante de tudo, mudar o significado dos eventos que ocorrem em nossas vidas. Anthony Robbins, o maior coach do mundo declara:  “Não é o que nos acontece, mas o significado que damos ao que nos acontece que realmente importa”.

palavras25

Não são os acontecimentos que moldam sua vida e determinam como você se sente, mas sim a maneira como você interpreta e avalia suas experiências de vida. Quando você percebe um significado fortalecedor em um evento que ocorreu com você é notório que irá determinar  sua forma de decisão e suas ações a serem tomadas. É a partir da realização de um primeiro passo e tomando uma decisão que seu destino é mudado.

“O homem não é a criatura das circunstâncias. As circunstâncias é que são criaturas do homem.” Benjamin Disraeli

Há três decisões que você toma a cada momento de sua vida que controlam seu destino:
1. Suas decisões sobre o que focalizar;
2. Suas decisões sobre o que as coisas significam para você e como se sentirá;
3. Suas decisões sobre o que fazer para criar os resultados que deseja.

As perguntas habituais que você faz a si próprio são um dos elementos do sistema cerebral para tomada de decisões.

Você tem que compreender que pensar é  mais que o processo de fazer e responder perguntas. Portanto, se queremos mudar a qualidade de nossas vidas, devemos mudar nossas perguntas habituais. Essas perguntas dirigem nosso foco e assim como pensamos e sentimos.

palavras todas

“Sempre há bela resposta a quem faz um pergunta ainda mais bela” .

E como as perguntas funcionam?
As perguntas realizam três coisas específicas:
1. As perguntas mudam imediatamente o que focalizamos e, em conseqüência como sentimos;
2. Perguntas mudam o que suprimimos. Se você se sente triste, só há um motivo: é porque está suprimindo todas as razões que pode ter para se sentir bem;
3. As perguntas mudam os recursos à nossa disposição.

Tudo o que precisamos fazer é criar uma pergunta melhor e assim, termos uma resposta melhor. A vida não passa de um jogo, onde todas as respostas existem. Você só precisa encontrar as perguntas certas para vencer.

Perguntas para conduzir a uma decisão:
1. Qual a pior coisa que poderia acontecer se você fizesse isso?
2. Qual a melhor coisa que poderia acontecer se você fizesse isso?
3. Qual a pior coisa que poderia lhe acontecer se você não fizesse isso?
4. Qual a melhor coisa que poderia lhe acontecer se você não fizesse isso?

REP%20festa%20palavras

Perguntas para conduzir a ação:
1. O que você quer?
2. Quais outras opções você tem?
3. O que essa meta proporcionará para você?
4. O que é importante para você sobre isso?
5. Do que você está disposto a desistir para realizá-la?
6. O que você não está disposto a mudar?
7. O que você pode fazer para gerar significado?
8. O que poderia gerar um ímpeto significativo para você agir?

Perguntas para caso a pessoa não consiga o resultado desejado na execução:
1. O que você aprendeu a partir disso?
2. O que você faria diferente da próxima vez?

Prof. Adriano Ferraz Cese
www.focusdesenvolvimento.com.br

Um comentário:

  1. Puxa...
    esse post é uma viangem dentro da gente.
    Bom demais.
    Tentaram me fazer acreditar que
    pergunto muito,
    que me explico dmeais,
    que não é bom ser transparente.
    Quase,mas quase acreditei.Nesse
    tempo do quase, percebi que me sentia menos feliz,mas tensa.
    Estava parando de sonhar.
    Então,
    girei nos calcanhares e
    voltei pra meus principios.
    Seu post fortalece
    exatamente o que digo e o que sou.
    Adorei.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir

O importante é o que você acha :