terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Perfil

91805684

A saga de James Bond começou em 1953 pelas mãos do escritor inglês Ian Fleming. Sua vida foi cheia de altos e baixos: filho único,ainda na infância aprendeu a falar francês e alemão, mas aos 11 anos perdeu os pais em um acidente. Foi morar com uma tia que o colocou no tradicional Eton College,  na Inglaterra, de onde foi expulso depois de flagrado em atitude suspeita com uma criada. Foi então para Fettes, antigo colégio na Escócia e finalmente para a Universidade de Cambridge.

Ao sair de lá, um amigo de seu pai o recomendou para o Ministério da Defesa. Após destacadas missões na Segunda Guerra, começou a carreira no MI6,o Serviço Secreto Britânico. Seu desempenho foi tão bom que em dois anos conseguiu o duplo zero, que lhe dá permissão para matar .

Seu chefe M, vive a ponto de perder a paciência com Bond, mas Moneypenny, secretária de M, sempre dá um jeito de encobrir alguns possíveis deslizes de seu agente predileto.

Apesar de inabalável e infalível, o agente é um solitário. Mora sozinho com sua empregada,May, em um pequeno apartamento em Chelsea, Londres.
É um apreciador do sexo feminino. Gosta de todas: mocinhas, vilãs, loiras, morenas, ruivas,negras, orientais. Todas igualmente, com exceção feita à condessa Teresa de Vicenzo, italiana com quem se casou e era totalmente apaixonado. Teresa foi assassinada a caminho da lua-de-mel, pela Spectre, a agência de crime organizado que aparece em vários filmes dele.

Muito de James Bond vem da experiência pessoal de Fleming, que ,na Segunda Guerra foi oficial da Marinha e destacado para o Serviço de Inteligência Britânico.

Mas o herói de Fleming foi muito além. Bonito, charmoso, galante,um pouco cínico, um tanto cético, elegante, só usa mocassim, apreciador de martini ( batido, não mexido) e champagne,fumante, tem muita sorte no jogo.

Bond dirige qualquer tipo de carro, tanque de guerra, avião, helicóptero,barco, submarino, motocicleta, snow board, trenó e outros. É pára-quedista, luta esgrima, karatê e exímio atirador de facas. Sua pistola nunca falha e não há mulher que não acabe na cama com ele. 

Saiba mais em http://lazer.hsw.uol.com.br/james-bond.htm  e em  http://almanaquevirtual.uol.com.br/almanaque.php?id=5380

(Conceição Lourenço,  "Tudo O Que Eles Queriam Ser", Revista Uma, nº 28)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O importante é o que você acha :