quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Nos Revelamos Pela Boca

Oswaldo Coimbra

108204492 Segundo o livro "A Cozinha Baiana No Restaurante Senac do Pelourinho",
nossos alimentos foram enriquecidos
pelos negros com a introdução neles, de azeite-de-dendê,pimenta-malagueta,leite de côco, quiabo, camarão seco. E variadas formas de preparar peixe e galinha.

Dos portugueses herdamos o gosto por sal,açúcar,óleos vegetais, farinha de trigo, aveia, linguiça, presunto, manteiga,leite de vaca,hortaliças,canela,vinagre,alho. E uma variedade de doces,cujas receitas foram preservadas nos conventos.

Por fim,os indígenas trouxeram para nossas mesas,carne-de-caça,  milho,palmito,tomate,batata doce,  aipim mandioca. E ainda, mel de abelhas, abacaxi, caju,umbu,cajá,jenipapo,maracajú e tantas outras frutas nativas. Com eles,aprendemos a degustar crustáceos e moluscos.

Pelos ingredientes que contém ;os alimentos revelam nossa identidade cultural.Porém,essa identidade é igualmente revelada pela maneira como os preparamos,pelo modo como os servimos e,até pelos rituais que obedecemos no momento de ingeri-los.

Esse conjunto de hábitos,chamado de sistema alimentar,teve sua importância atestada quando a Unesco passou a criar cátedras para cuidar deles. Os sistemas alimentares dos povos,para o órgão da ONU, revelam a notável capacidade do ser humano de criar modos de representação simbólica de si mesmo. (fonte: Oswaldo Coimbra, in "Mundo das Palavras",jornal Variedades ,19 a 25 de agosto de 2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O importante é o que você acha :